Menu
Busca sábado, 25 de setembro de 2021
(63) 99958-5851
Araguaína
35ºmax
23ºmin
NO TOCANTINS

Inquilino vende casa onde morava de aluguel no TO, foge mas acaba preso em Rondônia

31 agosto 2021 - 08h10Por Secom

Um homem de 52 anos de idade, suspeito de praticar um crime de estelionato na cidade de Pium, no ano de 2009, foi preso pela Polícia Civil do Tocantins (PC-TO), após uma ação conjunta deflagrada na cidade de Ji-Paraná -RO, nesta segunda-feira, 30.

Conduzida pelo delegado-chefe da 57ª Delegacia de Pium, Eduardo Nunes Ferreira, as investigações foram intensificadas tão logo a Polícia Civil do Tocantins levantou informações que possibilitaram localizar o paradeiro do indivíduo no município de Rondônia.

“Após compartilhamento de informações com as equipes da DP de Ji-Paraná, enviamos uma cópia da ordem Judicial, bem como informamos a localização exata do investigado”, explicou o delegado Eduardo Ferreira.

Com base nas informações recebidas da PC-TO, os agentes diligenciaram e encontraram o indivíduo procurado pela Justiça e efetuaram a prisão do mesmo, em cumprimento a mandado de prisão preventiva, expedido pela Vara Criminal da Comarca de Pium.

Após ser capturado, o homem foi conduzido à Central de Flagrantes da PC, em Ji-Paraná, e, em seguida, foi recolhido à Cadeia Pública daquela cidade, onde permanecerá à disposição da Justiça do Tocantins.

O crime

Segundo apontaram as investigações da 57ª DP, no ano de 2009, o indivíduo era o locatário de um imóvel na cidade de Pium, mas foi convidado a deixar a residência pelo fato de não prover os cuidados básicos com a manutenção e, tampouco, efetuar o pagamento do aluguel no prazo estabelecido.

Ciente de que deveria deixar a casa até o fim do mês de julho de 2009, no dia 22 daquele mês, o indivíduo iniciou tratativas com uma terceira pessoa para vender o imóvel pela quantia de R$ 4 mil. Pela negociação ilegal, o homem chegou a receber R$ 3mil, mas a compradora descobriu que a transação se tratava de um golpe e conseguiu reaver os cheques.

Além disso, a vítima acionou a Polícia Civil que passou a investigar os fatos e após constatar o envolvimento do homem, o indiciou por estelionato.

O indivíduo passou a responder a processo criminal, mas acabou fugindo da cidade em direção ao Estado de Rondônia. No ano de 2013, o prazo de prescrição do processo foi interrompido e o então juiz da Comarca de Pium decretou a prisão do homem.

AO VIVO