Menu
Busca quinta, 14 de novembro de 2019
(63) 99292-6165
Araguaína
34ºmax
24ºmin
Casos Insanos
Assembleia Legislativa - Emendas para saúde

Policiais da DEIC colocam advogado de Vilmar Leite na mira da justiça

02 dezembro 2010 - 17h07

Policiais Civis da Delegacia Especializada em Investigação Criminais (DEIC), de Araguaína ingressaram com uma representação criminal à Corregedoria Geral de Polícia e ao Ministério Público, contra o advogado, Paulo Roberto da Silva, que defende Vilmar Leite, esposo da prefeita de Xambioá, Ione Leite, no caso do assassinato da dona de casa, Isabel Barbosa em junho do ano passado, na cidade de Xambioá. Paulo Roberto é acusado de caluniar a equipe de policiais que realizou as investigações do crime.

O titular da DEIC, Evaldo de Oliveira Gomes, afirmou que o advogado de Vilmar Leite, em entrevista à imprensa acusou a equipe de seu departamento de roubar R$ 6 mil reais e torturar um dos acusados, durante o cumprimento de mandado de busca e apreensão na casa de um deles.

Segundo a entrevista de Paulo Roberto, Anderson de Araújo Souza, um dos acusados pelo assassinato do Isabel, contou a ele que havia sido espancado e torturado pelos policiais, para que ele chegasse à confissão de que Vilmar Leite estaria envolvido no crime apontando-o como mandante..

O delegado Gomes, qualificou a acusação do advogado de Vilmar Leite como um crime “contra a honra” e acrescentou que a atitude de Paulo roberto teve o intuito de “denegrir” a imagem de sua equipe de policiais.

Ainda segundo Gomes, Paulo Roberto tem feito várias tentativas de relaxamento no mandado de prisão do seu cliente, no Tribunal de Justiça e a sua suposta calúnia teria como objetivo desviar a atenção dos fatos constituídos.
 

AO VIVO