Menu
Busca domingo, 05 de abril de 2020
(63) 99292-6165
Araguaína
32ºmax
23ºmin
Prefeitura de Araguaína
RAIMUNDO PALITO

Deputado reclama que não está sendo convidado para os eventos do PP

22 setembro 2011 - 17h12
O deputado estadual Raimundo Palito (PP) demonstrou insatisfação com o comando do partido no Tocantins, em relação à filiação do empresário Carlos Amastha, que aconteceu nessa quarta-feira, 21, em Brasília. Palito, que é o único deputado estadual do PP, reclama que não foi convidado para o evento.

Só fiquei sabendo da filiação do Amastha, porque liguei para Robson [Menezes, secretário-geral do PP no Tocantins] para saber sobre a comissão provisória do partido em Xambioá. Ele me falou que Lázaro [Botelho, presidente regional do partido] estaria num evento do HOB em Palmas e não tocou no assunto da filiação do Carlos Amastha. Ontem [quarta-feira, 21] liguei novamente para ele, que me falou que o deputado estaria num café da manhã sobre a filiação do Amastha”, afirmou.

Para Palito, um evento de tamanha relevância política merecia uma deferência um pouco maior para os correligionários. “Tenho cinco eleições pelo PP, pretendo continuar no partido e sou o único deputado no Tocantins. Merecia ao menos um convite”, afirmou.

Sobre a possibilidade do comando do partido dissolver a comissão provisória do PP em Palmas, para tirar do comando do vereador Cavalcante, que não tem demonstrado satisfação em dividir espaço político com Amastha, Raimundo Palito saiu em defesa do vereador. “O PP está de parabéns em ter Carlos Amastha nos seus quadros. Mas eleitoralmente falando, Cavalcante é melhor do que qualquer outro candidato do partido em Palmas. Hoje defendo a candidatura do Cavalcante a prefeito da Capital”, afirmou o deputado.

O deputado pepista afirmou que pretende procurar o deputado Lázaro Botelho. “Quero saber do deputado o que está acontecendo com relação à minha pessoa”, afirmou. (Do Portal CT)

AO VIVO